Xbox

“Tudo culpa do Xbox Series S” Dev de Kingdom Come: Deliverance 2 faz birra com o console

O dev não é o único a reclamar que desenvolver para o console da microsoft é missão quase impossível

Alguns desenvolvedores de jogos têm apontado o Xbox Series S como um fator limitante para a atual geração de consoles, e novas acusações continuam surgindo.

Opinião do autor: “Isso na minha opinião não passa de preguiça para otimizar jogos, eles detestam otimizar pois da trabalho, não é que o console é fraco muito pelo contrário, é um console custo benefício acessível e bastante “fortinho” até.”

Para muitos gamers de baixa renda aqui no Brasil que trabalham muito em empregos CLT que pagam salários baixos (eu estrou dentro desse pacote) o Xbox Series S foi a chave que faltava para abrir a porta e ter acesso a vários jogos que jamais poderíamos jogar.

Já que para ter um PC Gamer precisa juntar uma quantidade de dinheiro considerável, e importar as peças de fora nem pensar! Já que nosso amado governo decide taxar até um pacote de meias do god of war.”

Durante um evento na República Tcheca, Martin Klíma, produtor de Kingdom Come: Deliverance 2, afirmou que o console mais acessível da Microsoft é responsável pelo escopo menor do novo jogo da Warhorse Studios.

Problemas Técnicos do Xbox Series S

imagem divulgação Microsoft

Essas limitações estão relacionadas principalmente à memória RAM do console. O Xbox Series S possui 10 GB de GDDR6, cerca de 25% mais do que o Xbox One, que utilizava DDR3.

Essa diferença na capacidade de memória seria equivalente ao quanto o segundo jogo teria evoluído em comparação ao primeiro.

Desempenho do Kingdom Come: Deliverance 2

Martin Klíma não forneceu mais detalhes sobre o impacto dessas limitações, mas confirmou que o game rodará a 4K/30 FPS no PS5 e Xbox Series X, enquanto no Xbox Series S funcionará a 1440p/30 FPS.

Não foram divulgadas outras possíveis configurações ou a existência de um modo de desempenho.

Confira também:

silent-hill-2-tem-lancamento-marcado-para-outubro

Outros Estúdios e as Limitações do Xbox Series S

imagem divulgação Microsoft

Baldur’s Gate 3 e a Controvérsia do Hardware

Baldur’s Gate 3 é outro exemplo notório onde as limitações do Xbox Series S foram discutidas. A versão para Xbox do jogo foi adiada devido ao modo cooperativo com tela dividida, que exigia mais do hardware do console. O Larian Studios precisou do auxílio dos engenheiros da Microsoft para otimizar o jogo adequadamente. Thomas Puha, diretor de comunicações da Remedy, expressou solidariedade ao Larian Studios, mencionando que compreendia os desafios enfrentados com o Series S.

Alan Wake 2 e Outros Desafios

A Remedy também relatou dificuldades ao desenvolver Alan Wake 2 para o Xbox Series S. O estúdio destacou que, além da menor quantidade de memória, a GPU mais fraca do console também apresentava problemas.

Outros desenvolvedores independentes compartilharam experiências similares, mencionando os desafios técnicos impostos pelo hardware limitado.

Resposta da Microsoft e Questões de Resolução

imagem divulgação Phil Spencer chefe da Xbox

Phil Spencer, chefe do Xbox, afirmou que a Microsoft não tem planos de alterar suas regras atuais, que exigem paridade de recursos básicos entre os modelos Series S e Series X. Contudo, a questão das baixas resoluções em jogos continua sendo um ponto de debate critico entre os devs.

O estúdio de Kingdom Come Deliverance 2 disse que o jogo seria bem pesado para PC, portanto prepare o bolso e melhore a refrigeração do seu PC se não quiser que ele vire um micro-ondas.

Fonte: WCCFTech

Mostrar mais

Daniel alves

Redator profissional desde 2019, e estudante de Marketing, faço a criação de conteúdo para redes sociais sobre diversos assuntos, aqui, amo games desde que me conheço por gente, RPG, um cafezinho, e um rock pra mim é tudo.
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo